298

Primeiros Socorros Psicológicos: Contributos para atuação em contexto escolar turma Turma 1

Apresentação

Tendo em conta o crescente interesse pelas questões de saúde mental, bem como a elevada prevalência de problemas de doença mental e sofrimento psicológico vivido na nossa sociedade, torna-se premente o conhecimento de estratégias empiricamente validadas para reduzir o sofrimento psicológico. Neste sentido, o contexto escolar é um local privilegiado para trabalhar as questões emocionais desde cedo, bem com minimizar o sofrimento psicológico existente em qualquer elemento do ambiente escolar. Com esta ação pretende-se dotar os docentes de conhecimentos teóricos e práticos, para poderem, numa fase precoce, dar uma resposta efetiva a eventuais situações que surjam em ambiente escolar.

Destinatários

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira.

Objetivos

- Capacitar os formandos com conhecimentos para, no âmbito da sua prática pedagógica, intervirem em situações de crise psicológica - Definir regras de atuação, a fim de minimizar possíveis consequências traumáticas, que poderão decorrer destas situações - Prevenir possíveis consequências negativas no sucesso educativo dos alunos - Dotar os formandos de ferramentas para avaliação do impacto psicológico de um incidente crítico - Preparar para gerir, em contexto escolar, o stress perante incidentes críticos de caráter psicológico - Treinar técnicas específicas de intervenção na crise e redução do stress - Habilitar os formandos para realizar o adequado encaminhamento das vítimas para os Serviços e Apoios adequados a cada caso

Conteúdos

- O que é uma Crise o A natureza da crise o Sinais de aviso e críticos de uma crise o Influência de um incidente crítico sobre o rendimento escolar dos alunos; o Sintomas de um impacto traumático no comportamento em espaço de sala de aula e no ambiente escolar o Possíveis consequências psicossociais de um incidente crítico / impacto psicológico. - “Emergências“ Psicológicas o O que é uma emergência psicológica. o Como atuar perante uma emergência psicológica em contexto escolar. - Intervenção na Crise o Definição e princípios básicos. o Agentes de mudança, dando relevância aos agentes em contexto escolar. o Gestão do stress, no contexto de sala de aula, perante incidentes críticos. o Atuação perante uma vítima de um incidente crítico e perante familiares / amigos: o papel do Diretor de Turma o Avaliação do impacto psicológico de um incidente crítico e como fazer os encaminhamentos necessários. o Adaptações do Modelo SRP

Metodologias

O curso é composto por 25h de formação teórico-prática, divididas da seguinte forma: Ao longo das sessões será adotada uma metodologia teórico-prática. Ou seja, será apresentada uma componente teórica de enquadramento dos conceitos e, sempre que se justifique, uma componente prática em formato de role-play por forma a que os formandos possam praticar o que é apresentado. A componente teórica (com recurso a metodologias expositivas e a suportes de meios audiovisuais) irá alternar com a componente prática, na qual serão apresentados, pelo formador, materiais práticos e bibliografia de apoio, para análise, reflexão conjunta e realização de role-plays com a participação ao vivo dos formandos.

Avaliação

Escala de avaliação de 1 a 10 valores de acordo com o ECD e com as cartas circulares 3/2007 e 1/2008 do CCPFC. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final escrito elaborado pelos formandos. A aprovação na ação dependerá da obtenção de classificação igual ou superior a 5 valores e da frequência mínima de 2/3 do total de horas conjuntas da Ação.

Bibliografia

o Alexander & Sagramola (2014). Guidelines for Assisting People with Disabilities during Emergencies, Crises and Disasters. European and Mediterranean Major Hazards Agreement.o Brymer, M, Jacobs, A, Layne, C, Pynoos, R, Ruzek, J, Steinberg, A, et al. (2006). Psychological First Aid: Field operations guide (2nd ed.). Los Angeles: National Child Traumatic Stress Network and National Center for PTSD. http://www.nctsn.org/content/psychological-first-aid.o OMS (2011). Psychological first aid: Guide for field workers.o OMS (2013). Guidelines for the Management of Conditions Specifically Related to Stresso Roberts (2005). Crisis Intervention Handbook: assessment, treatment, and research (3rd ed.), Oxford University Press.

Observações

Critérios de seleção: 1 - Docentes das escolas associadas do Visprof; 2 - Docentes de outras escolas; Em cada critério, por ordem de inscrição.

Início: 22-06-2024
Fim: 06-07-2024
Acreditação: CCPFC/ACC-123311/24
Modalidade: Curso
Pessoal: Docente
Regime: Presencial
Duração: 25 h
Local: Agrupamento de Escolas Grão Vasco